Andanças

Itália – Sardenha – Villasimius

Depois de uns dias intensos em Roma, partimos num voo nocturno para Cagliari em busca de momentos mais relaxantes; Cagliari é a capital da Sardenha e possui um dos 3 aeroportos da ilha, e a nossa ideia foi partir dali e dar mais ou menos a volta, ficando 2 ou 3 dias em cada sítio.

Como tivemos que largar o apartamento de Roma cedo e o voo era só à noite, deixamos as bagagens nos cacifos automáticos da Stow Your Bags, próximos da centralíssima estação Termini. O serviço é muito prático e com um preço bem acessível comparado com o oferecido pela maioria destes prestadores, que optam muitas vezes por cobrar por item; aqui é enfiar tudo o que couber nos cacifos pelo mesmo preço (e cabe lá muita coisa, são gigantes).

Ainda ponderamos fazer uma viagem de ferry, mas os voos eram tão rápidos e acessíveis (menos de uma hora, cerca de 100 euros para os 4) que rapidamente abandonamos a ideia. Ainda que curta, a viagem acabou por ser meio atribulada, porque partimos com algum atraso e o piloto resolveu dar uma de acelera para compensar.

Chegamos à ilha já perto da meia-noite, agarramos no carro e pernoitamos num hotel próximo do aeroporto, para não fazer uma viagem longa às tantas da madrugada (de Cagliari até Villasimius ainda é cerca de 1h de caminho).

Na manhã seguinte a ideia era conhecer Cagliari e seguir caminho, mas a ressaca de refrescar era tanta que só conhecemos mesmo Poetto, a principal praia da capital, que se estende por cerca de 8 km e que é um bom cartão de visita do que valem as praias da ilha: temperatura à volta dos 24ºC, aquele azul clarinho maravilhoso e uma vista incrível das colinas que a rodeiam.

Depois de refrescar e abastecer partimos então para Villasimius, que excedeu em tudo as nossas expectativas. Começou pelo alojamento, o apart-hotel Residence Fenicia. Aquilo que pagamos em comparação a outras opções que tínhamos visto não fazia antever que era um local tão incrível, dos melhores onde já tivemos o privilégio de estar; vista espectacular, staff familiar, e acesso directo e privilegiado para a praia de Simius, que é simplesmente magnífica, e extensa o suficiente para estarmos completamente à vontade.

A vila de Villasimius também é bastante simpática, sendo que à noite as vias principais são interditas ao trânsito automóvel (um padrão que vimos repetido pela ilha fora) e há bastante comércio, restauração e movimento em geral.

Apanhamos uma ligeira desilusão com os famosos flamingos, dado que… não vimos nenhum. São um dos símbolos mais falados da ilha e estávamos supostamente num local e época privilegiados para conhecê-los, mas ou esconderam-se bem ou também tiveram uns voos atrasados. Fica para a próxima.

No próximo post seguimos mais para Norte da ilha, em San Teodoro.

Standard

One thought on “Itália – Sardenha – Villasimius

  1. Pingback: Itália – Sardenha – San Teodoro | Y.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.