Sem categoria

Um Ano de Paz

Dei-me agora conta que fez no passado dia 21 de Agosto um ano desde que arranquei as amígdalas. No ano passado, por esta altura, ainda andava eu em agonia, a comer calippos ao pequeno-almoço, almoço e jantar.

Posso dizer que apesar da recuperação custosa, essa operação mudou completamente a minha vida, para melhor. Apanhei uma constipação ou duas nesses 365 dias que passaram, e isso para alguém que tinha que ir levar injecções de penicilina mês sim/mês sim é, além de uma evolução assombrosa, qualidade de vida.

Os tópicos que dizem respeito às minhas amigdalites e aos caseums ainda são, de longe, os mais populares aqui do blog. É impressionante a quantidade de e-mails que ainda recebo de pessoas que sofrem do mesmo flagelo.

Dia 31 tenho consulta de rotina com o meu otorrino; cada vez que lá vou, parece que vejo Deus à frente.

Standard

7 thoughts on “Um Ano de Paz

  1. O engraçado que eu descbri este blog exactamnte por sofrer do mesmo mal e, infelizmente, a minha filha de 3 anos vai pelo mesmo caminho (chegou a fazer 4 amigdalites no 1º ano de vida!). No meu caso não se justifica porque tenho 1 a 2 amigdalites por ano, mas o caso dela está em análise…E continuo a vir cá espreitar os post frequentemente, apesar de não ter tido mais nenhuma amigdalite desde que cá vim a 1ª vz :o)

  2. Y. says:

    Cleia, é claro que uma cirurgia é sempre chato, mas se ela precisar mesmo o melhor é fazer, até porque a recuperação nas crianças é muito mais fácil, o meu mal foi não fazê-la mais cedo. O meu médico diz que as crianças passado 3 dias já tão correndo, eu em 3 dias tava de rastos ainda!

  3. Ana says:

    Olá!!! Ri muito com seus posts a respeito de suas amigdalas!

    Contudo, devo dizer que compreendo perfeitamente cada vírgula de seus comentários…

    Sofria com minhas bonitinhas também… Elas eram esburacadas, o que me custava halitose, dores, febre e muitas injeções. Fiz a cirurgia na quinta feira, e devo dizer que estou muito contente, mesmo com dores…

    Minha recuperação tem sido razoável… Tenho algumas dores, tosse (os pontos irritam), mas estou falando normalmente e comendo QUASE normalmente também!!!

    O que mais me incomoda mesmo são essas tosses (quase morro de dor :/), mas creio que logo esses pontos vão cair ou serem absorvidos (assim espero!).

    Muito bom seu blog, é animador pra quem está no pós operatório! 😉

  4. Olha, temos ideia do que passou. Recuperação em adultos é mais difícil que em crianças. Nós passamos um período bem estressante com as 2 cirurgias de nossa filhinha com menos de 3 anos. Uma adenoidectomia com 2 anos e meio e uma amigdalotomia 5 meses depois. Assim como você está fazendo, acho importante passarmos nossa experiencia a outras pessoas que estão passando pelo mesmo, parabéns. Nossa experiência, inclusive com alguns videos, está no endereço:
    http://www.amigdalaseadenoides.blogspot.com.br/ ou
    https://adenoideseamigdalas.wordpress.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.