Pátria que me acolheu

O Marinho Piu

Hoje estou numa de, pasme-se, comentar assuntos da atualidade, ainda que já de há um mês atrás.

O sempre verborreico Bestonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, disse no vídeo acima que aquilo que o Brasil mais exporta são prostitutas, “entre outras coisas”.

Não caio no exercício fácil de criticar o Marinho. O homem tem um problema. Porventura vários, mas este é evidente. Ele entusiasmou-se na qualidade de conhecedor e cliente assíduo do ofício! Tenho poucas dúvidas que um homem com o aspeto e o fino trato do Marinho consiga satisfazer as suas necessidades sexuais sem ser batendo ou pagando.

Visivelmente frustrado por não ter posses para participar do tal leilão da virgindade, resta ao Marinho aguardar que um dia demagogia e preconceito valham dinheiro e, esperemos, paguem imposto.

Cancelem a feijoada. O porco está vivo.

Standard

2 thoughts on “O Marinho Piu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.