Sem categoria

Tese

Agora que tenho a certeza absoluta, cá vai o tema da minha tese de mestrado: Métodos de Criação, Avaliação e Extensão de Ontologias para Descrição de Comunicações em Contexto de Organizações.

Antes de mais, acho melhor explicar o que é uma ontologia e para que serve, não é? Vou tentar não me alongar muito.

Epá o que é que existe? O que é que não existe?
Epá o que é que existe? O que é que não existe?

O conceito de ontologia surgiu já na Grécia Antiga, sendo logia o estudo, e onto do ser. No sentido metafísico, é o ramo da filosofia que estuda a natureza do ser, questiona o que existe e o que não existe, e de que modo podemos agrupar as entidades existentes.

A nível das tecnologias de informação, uma ontologia constitui a representação formal de um conjunto de conceitos de um determinado domínio e as relações entre eles, com o objectivo de representar o conhecimento e de permitir inferência lógica a partir dele.

Tal é alcançado através  de, entre outros, o uso de objectos, classes, relações e propriedades, em linguagens como o OWL. Suponhamos eu: sendo o objecto Ygor, pertenceria à classe das Pessoas, e teria a propriedade de ter olhos verdes. Estaria ligado por uma relação “adepto” ao Sporting, que seria um objecto da classe Clube de Futebol, Futebol esse que é um objecto da classe Desporto, e por aí adiante.

As ontologias constituem uma das bases para o que vem sendo a Web Semântica (também lhe chamam 3.0); é através das ontologias que se especificam as conceptualizações (significados) da informação, tornando-a semanticamente rica, extensível e, fundamentalmente, perceptível, tanto por nós (humanos) quanto pelos computadores, que é a grande novidade: o texto aos “olhos” de uma máquina deixar de ser apenas texto, e passar a ter significado.

Uma das coisas que me motivou foi que esta será à partida uma tese com utilidade, na medida em que está integrada num projecto duma solução de software de gestão de um centro comunicações (ECC – Enterprise Communications Center), sendo por isso abrangida por uma bolsa de investigação.

O que eu vou fazer, basicamente, é modelar ontologias que se adequem ao contexto específico das comunicações em questão (cartas,telefonemas,e-mails,vídeo-chamada,etc), dos seus interlocutores e das suas organizações, tentando fazê-lo de modo a que seja tudo facilmente extensível a outros domínios e estabelecendo metodologias e técnicas próprias para esse efeito. Essas ontologias servirão de base para encaminhamento automático das comunicações, pesquisa, obtenção de resultados e navegação na aplicação.

Wish me luck.

Standard

4 thoughts on “Tese

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.