Uncategorized

Fuck a Duck

É com grande prazer que anuncio que posso continuar a afirmar que adoro todos os filmes que Quentin Tarantino já realizou.

Inglourious Basterds é brutal, brutalíssimo, em todos os sentidos. Acho que um dos grandes trunfos do homem é que ele não se coíbe de esticar a corda até ao máximo, seja na violência gráfica, nos longos diálogos ou nas experiências de estilo. Desconfio que seja tudo feito inteiramente a pensar no seu próprio divertimento, e que ele tire um gozo do caraças do que faz: nós só temos a agradecer.

É difícil comentar mais sem revelar spoilers. Não acho que seja o melhor de todos, mas não consigo lhe apontar nenhum defeito de monta; a sua maior virtude, no entanto, é facílima de indicar, e dá pelo nome de Col. Hans Landa, ou “The Jew Hunter”. Brilhante, espantoso, perfeito, tudo o que se disser é pouco. Óscar com ele, já!!!!

Standard

One thought on “Fuck a Duck

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.