Cinemadas

A Ostra e o Vento

vlcsnap-2012-12-23-19h46m02s127

Este é um filme brasileiro de 1997, adaptado de um romance com o mesmo nome, e que deu também origem a uma belíssima música do Chico Buarque.

O ambiente não é o que estamos habituados a ver atualmente no cinema Brasileiro: ao invés de cores e multidões, o isolamento cinza de uma ilha habitada por apenas duas pessoas, um pai, guardião do farol, e a sua filha. E vento, muito vento.

No início do filme os pescadores que habitualmente trazem mantimentos para a ilha são confrontados com o desaparecimento dos dois, e somos então levados numa viagem pelos acontecimentos que antecederam o sumiço. O amor possessivo do pai pela criança, a dificuldade desta compreender o crescimento e a sexualidade estando em isolamento, e as consequências destrutivas na racionalidade de ambos.

A Leandra Leal está impressionante para os seus 13 anos de idade, na época. Deve haver qualquer coisa de especial com essa idade e o mundo do cinema, pois é a mesma que a Natalie Portman tinha no Léon.

A realização não chega a ser brilhante mas, a história e, principalmente, as performances dos atores, ficam na memória.

Standard

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.